Artistas que Odeiam Estupro é tema de oficina n'As Pensadoras

rtistas têm respondido de diversas formas à opressão e à submissão, colocando seus corpos à disposição


O estupro é uma das formas de opressão e submissão de corpos feminilizados dentro do mundo colonial patriarcal em que vivemos. Na América Latina, essa realidade se agrava a cada ano com a contínua apropriação de territórios e comunidades pelo necro poder. Artistas têm respondido de diversas formas a essa realidade, colocando seus corpos à disposição de um grito individual e coletivo que busca saídas.

Dentro dessa perspectiva, a Escola As Pensadoras lança a oficina "Artistas que Odeiam Estupro", onde serão estudadas seis artistas latinoamericanas do século XX, com reativações dos seus trabalhos no presente, indo para além da denúncia que elas já propuseram. Será ministrada pela professora Nirlyn Seijas, nos dias 26, 28 e 31 de maio de 2022, totalmente online e com certificação de 8h pela Escola.


Investimento:

Estudante: R$ 50,00

Profissional: R$ 65,00



Assim como os demais que a Escola oferece, o minicurso é totalmente online e pode ser realizado de maneira síncrona e assíncrona pela plataforma d'As Pensadoras. É possível a participação de pessoas surdas. A Escola aposta na formação intelectual e democrática para todas.


Mais informações: https://www.aspensadoras.com.br/cursos/artistas-que-odeiam-estupro



11 visualizações

Posts recentes

Ver tudo