Mini Curso: Violências de gênero, amor romântico e famílias

Atualizado: Out 3

APRESENTAÇÃO DO MINICURSO


Este minicurso pretende discutir de que forma as idealizações de amor romântico e famílias estão implicadas nas violências de gênero, em suas diversas manifestações, a saber: maus-tratos emocionais, oitava jornada de trabalho, micro machismos, violência “benévola”, violência moral e patrimonial, além dos feminicídios. A partir do aprofundamento teórico dos referidos conceitos, apresentaremos as estatísticas brasileiras recentes sobre os índices de violência contra mulheres e crianças, ressaltando a importância do papel da escola e da formação docente para uma educação pautada na equidade de gênero e nos direitos humanos fundamentais.



Ministrante: Profª Drª Jane Felipe

Datas e horários: 24 e 31 de outubro, das 9h às 11h30min

Nível: intermediário


Realização: As Pensadoras

Plataforma: Google Meet. Recomenda-se usar um e-mail do Gmail para acompanhar. As aulas ficarão disponibilizadas até 30 dias após o curso.


Certificação: 8 horas, pela Escola As Pensadoras.


Link da Inscrição: https://forms.gle/7hrtWmtTm4y1Mg5R6

E-mail para contato: minicursogenero@gmail.com


PLANOS DE AULAS:


A partir dos conceitos de amor romântico e famílias, discutir suas respectivas idealizações, observando de que forma tais concepções estão implicadas nas violências de gênero.


Conteúdo programático

Aula 1 - 24/10/20: Idealizações de amor romântico e famílias

Leitura recomendada:


FELIPE, Jane. Do amor (ou de como glamourizar a vida): apontamentos em torno de uma educação para a sexualidade. In: RIBEIRO, Paula Regina C.; SILVA, Méri Rosane S.; SOUZA, Nadia Geisa S.; GOELLNER, Silvana; FELIPE, Jane. (Org.). Corpo, gênero e sexualidade: discutindo práticas educativas. 1ª ed. Rio Grande/RS: Editora da FURG, 2007, v. 01, p. 31-45. Disponível em:

https://seminariocorpogenerosexualidade.furg.br/images/documentos/3-Seminrio.pdf


Algumas análises a partir dos filmes:

Amor?

1h 40min / DramaDocumentário. 2011.

Direção: João Jardim

Elenco: Sílvia LourençoÂngelo AntônioJúlia Lemmertz

Nacionalidade: Brasil

Trailer: http://www.adorocinema.com/filmes/filme-202592/trailer-19534788/


Um amor quase perfeito (Título original: Le fate ignoranti)

1h 51min / Comédia dramática. 2001.

Direção: Ferzan Ozpetek

Elenco: Margherita BuyStefano AccorsiSerra Yılmaz

Nacionalidades FrançaItália.


Aula 2 – 31/10/20: Maus-tratos emocionais, violência “benévola” e micro machismos: como identificar e prevenir

Leitura recomendada:

FELIPE, J.; MACEDO, C. G. Maus-tratos emocionais e formação docente. In: LUZ, Nanci Staneki; CASAGRANDE, Lindamir Salete. (Org.). Entrelaçando gênero e sexualidade: violências em debate. 1ª ed. Curitiba: 2016, v. 04, p. 78-91. Disponível em: https://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/bitstream/1/2070/8/generodiversidadeviolencia.pdf


Algumas análises a partir dos filmes:

Te doy mis ojos

1h 49min / Drama. 2003.

Direção: Icíar Bollaín

Elenco: Laia MarullLuis TosarCandela Peña

Nacionalidade: Espanha

Sozinhas - Violência contra mulheres que vivem no campo

7min/Documentário. 2017.

https://www.youtube.com/watch?v=XEuJ9XT2yX8&t=299s


Objetivos:

- Apresentar e discutir as estatísticas recentes em torno da violência contra as mulheres e crianças no Brasil;

- Analisar as interfaces da violência com as concepções idealizadas de amor romântico e família;

- Aprofundar as discussões sobre os conceitos de scripts de gênero, maus-tratos emocionais, violência benévola e micro machismos.


Metodologia:

Leitura e discussão dos textos e filmes indicados.

Referências:


ARAÚJO, Maria de Fátima. Amor, casamento e sexualidade: velhas e novas configurações. Psicol. cienc. prof. vol. 22, nº 2, Brasília, Jun 2002. Disponível em:

https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932002000200009


BURMAN, Erica. La desconstrucción de la psicología evolutiva. Madrid: Morata, 1999.


COSTA, Jurandir Freire. Sem fraude nem favor: estudos sobre o amor romântico. Rio de Janeiro: Rocco, 1998. 3ª. Ed.


FELIPE, Jane. Do amor (ou de como glamourizar a vida): apontamentos em torno de uma educação para a sexualidade. In: RIBEIRO, Paula Regina C.; SILVA, Méri Rosane S.; SOUZA, Nadia Geisa S.; GOELLNER, Silvana; FELIPE, Jane. (Org.). Corpo, gênero e sexualidade: discutindo práticas educativas. 1ª ed. Rio Grande/RS: Editora da FURG, 2007, v. 01, p. 31-45. Disponível em:

https://seminariocorpogenerosexualidade.furg.br/images/documentos/3-Seminrio.pdf


FELIPE, Jane. Violência contra as mulheres. In: Constantina Xavier Filha. (Org.). Sexualidade, Gênero e diferenças na educação das crianças. 1ª ed. Campo Grande/MS: Editora UFMS, 2012, v. 01, p. 189-199.


FELIPE, J.; MACEDO, C. G. Maus-tratos emocionais e formação docente. In: LUZ, Nanci Staneki; CASAGRANDE, Lindamir Salete. (Org.). Entrelaçando gênero e sexualidade: violências em debate. 1ª ed. Curitiba: 2016, v. 04, p. 78-91. Disponível em: https://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/bitstream/1/2070/8/generodiversidadeviolencia.pdf


FERREIRA, M. C. Sexismo hostil e benevolente: inter-relações e diferenças de gênero. Temas em psicologia da SBP, São Paulo, v. 12, n. 2, p. 119-126, 2004.   Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-389X2004000200004

MATOS, Marilise. Reinvenções do vínculo amoroso: cultura e identidade de gênero na modernidade tardia. Belo Horizonte: Editora da UFMG; Rio de Janeiro: IUPERJ, 2000.

MCFARLANE, A. História do Casamento e do Amor. São Paulo: Cia das Letras, 1990.       

VAINFAS, R. Casamento, amor e desejo no ocidente cristão. São Paulo: Ática, 1986.

VALEK, Aline. Como reconhecer a armadilha do relacionamento abusivo. Disponível em: http://www.cartacapital.com.br/blogs/escritorio-feminista/como-reconhecer-a-armadilha-de-um-relacionamento-abusivo-1323.html. Capturado em 10 de maio de 2014.


Filmografia sugerida


Te doy mis ojos 

Amor?

Um amor quase perfeito


Vídeos sugeridos

Sozinhas - Violência contra mulheres que vivem no campo

7min/Reportagem/Documentário. 2017.

https://www.youtube.com/watch?v=XEuJ9XT2yX8&t=299s


Violência Doméstica: por que elas não vão embora? | Juliana Wallauer | TEDxFortaleza, 2019.

Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=gOgrS0FDjjk

A minha história de amor virou um pesadelo | Jessica Aronis | TEDxSaoPaulo, 2018.

Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=FFdgiQqyQNg

A violência contra a mulher no âmbito familiar | Adriana Mello – Café Filosófico. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=VVjIHP_L-o8


QUEM SOMOS: 


Profa. Dra. Jane Felipe

Professora titular aposentada da FACED/UFRGS (Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul). Atua no PPGEDU/FACED/UFRGS, na Linha de Pesquisa Educação, Sexualidade e Relações de Gênero, no eixo temático Infâncias, Gênero e Sexualidade. Possui graduação e Licenciatura Plena em Psicologia pela UFRJ, mestrado em Educação pela UFF/Niterói/RJ, doutorado em Educação pela UFRGS e pós-doutorado na área de Cultura Visual, pela Universidad de Barcelona. Integra o GEERGE - Grupo de Estudos de Educação e Relações de Gênero - e o GEIN - Grupo de Estudos em Educação Infantil e Infâncias - sendo uma de suas fundadoras. Participa ainda do NUDES - Núcleo de Estudos Diferenças, Educação, Gênero e Sexualidades - da UERJ/FEBF. Coordenou a pesquisa internacional intitulada "Violências de gênero, amor romântico e famílias: entre idealizações e invisibilidades, os maus tratos emocionais e a morte", com financiamento do CNPq e atualmente coordena a pesquisa intitulada "Ignorar para acobertar ou informar para proteger? Scripts de gênero e sexualidade na prevenção das violências contra crianças”. Em março de 2018 ganhou o Prêmio Menção Honrosa Sueli Carneiro em reconhecimento ao ativismo e à pesquisa realizados nos campos dos estudos de gênero e sexualidade e de raça/etnia.


Link do lattes: http://lattes.cnpq.br/2330159133166922

Orcid: https://orcid.org/0000-0003-4802-2113


Essa ementa é de propriedade da Escola das Pensadoras e de responsabilidade da professora coordenadora do Mini Curso. Não permite cópia.







1,812 visualizações

Quer divulgar uma notícia sobre mulheres e filosofia? Escreva para noticias.filosofas@gmail.com

Dúvidas? Escreva para filosofas.brasil@gmail.com

©2019 por Rede Brasileira de Mulheres Filósofas