Pós-graduação na área da Filosofia: Onde estão as estatísticas por gênero?

Essa pergunta compôs uma pesquisa realizada nos anos 2004-2005, na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). Sabe-se que temos avançado nos estudos de Gênero e Filosofia, bem como na valorização do pensamento e histórias de vidas de Mulheres na Filosofia.


Durante a pesquisa, foi possível registrar relatos importantes para nossos estudos:


'' No departamento de Filosofia (UFSM), hoje, não tem nenhuma mulher professora. Eu aposentei em 1999, portanto, há 12 anos e não ingressou mulher, ou seja, as mulheres candidatas não foram selecionadas. '' (“Rebelde”, entrevista II, 2006)


Todas as mulheres entrevistas receberam pseudônimos, pois optamos em preservar sua identidade, visto que tratava-se de um tema ainda polêmico para a Filosofia brasileira.


Quanto a relação entre o número de professores na pós-graduação em Filosofia e gênero, não encontramos nenhum dado. A CAPES como responsável por estatísticas dos cursos de pós-graduação não possuía dados analisados que levassem em conta o sexo do/a docente. Sabe-se que, no ano de 2004, tínhamos 431 docentes nos cursos de pós-graduação em Instituições de Ensino Superior de nosso país.

Podemos observar o quadro abaixo, que nos mostra o número de docentes nos programas de pós-graduação em Filosofia, onde se situam algumas de nossas pesquisadas. Esses dados foram coletados pelo Ministério da Educação –MEC e pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior –CAPES:



Cabe destacar a importância de seguirmos perguntando: quantas mulheres temos nos programas de pós-graduações atuando como professoras? Por que ainda não temos equidade de gênero?


As professoras que atuavam no programa de pós-graduação em Filosofia na Unisinos em 2004 eram duas e na graduação três.

Haviam 16 professores(as) no corpo docente permanente do programa de pós graduação da UFRGS, sendo 3 mulheres.

Para realizar esse levantamento, tivemos que recorrer à secretaria do curso.

No curso de Filosofia da PUCRS do ano de 2006, o corpo docente é apresentado com 25 professores, tendo apenas uma mulher.

Para acessar a pesquisa na íntegra: http://www.repositorio.jesuita.org.br/bitstream/handle/UNISINOS/1912/GrazielaRinaldiRosa.pdf?sequence=1&isAllowed=y


Para contatar a profa pesquisadora: grazirinaldi@furg.br


Graziela Rinaldi da Rosa (Profa de Filosofia da Universidade Federal do Rio Grande-FURG)


36 visualizações

Quer divulgar uma notícia sobre mulheres e filosofia? Escreva para noticias.filosofas@gmail.com

Dúvidas? Escreva para filosofas.brasil@gmail.com

©2019 por Rede Brasileira de Mulheres Filósofas