Ann Margaret Sharp e Catherine C. McCall em minicurso de extensão na UnB – Brasília, DF

Há conexões não óbvias entre mulheres e crianças na filosofia: são sujeitos excluídos da razão – ou portadores de uma razão menor - e suas vozes não estão autorizadas a participar no cânone filosófico. Uma escuta das vozes “menores” começa a ser feita, sistematicamente, há 50 anos; debatem-se os fundamentos da educação e a capacidade de filosofar das crianças, no ambiente doméstico e nas escolas. Desenvolve-se uma metodologia de comunidade de investigação filosófica com crianças, materiais didáticos e formação docente específica para a tarefa. No minicurso de extensão virtual Filosofia com crianças: o que é isto? entre 29 de abril e 10 de junho de 2020, oferecido pela Universidade de Brasília (onde é ministrada a disciplina Filosofia e crianças desde 2015), foram apresentadas duas pensadoras e ativistas pioneiras desta proposta, que raramente são consideradas, mesmo por quem se ocupa do tema:

Ann Margaret Sharp < https://scholar.google.com/citations?user=PzDAF58AAAAJ&hl=en> e Catherine C. McCall <https://tcd.academia.edu/CatherineMcCall/>

Material e trabalhos discentes sobre as autoras e o tema podem ser conferidos em: <http://ich.unb.br/destaques/126-projeto-de-extensao-falas-ich-2>

Coordenadora Ana Miriam Wuensch FIL/UnB





#redebrasileirademulheresfilosofas

#filosofasorg

#filosofasbrasil

#anamiriamwuensch

#annmargaretsharp

#catherinecmccall

45 visualizações

Quer divulgar uma notícia sobre mulheres e filosofia? Escreva para noticias.filosofas@gmail.com

Dúvidas? Escreva para filosofas.brasil@gmail.com

©2019 por Rede Brasileira de Mulheres Filósofas