• Ilze Zirbel

Minicurso: Filosofia feminista

Atualizado: 26 de Nov de 2019



Discussões filosóficas de cunho feminista são bastante recentes no campo da Filosofia brasileira. Neste último ano, no entanto, tive a oportunidade de ministrar um minicurso sobre Filosofia Feminista em algumas universidades. A primeira parte do curso focou nos antecedentes históricos da formação de um campo de pesquisa feminista e em algumas das ferramentas conceituais resultantes dessa pesquisa e que afetam de maneira muito profícua a Filosofia contemporânea. A segunda parte pontuou o que pode ser descrito como um método feminista de trabalhar com a Filosofia e as demais disciplinas. Tal método produz resultados distintos e relevantes para a ética, a política, a epistemologia e a ontologia ao enfrentar, simultaneamente, três problemas centrais das teorias: o problema da falha dupla produzida pelo androcentrismo (a exclusão das mulheres tanto como objetos quanto como sujeitos de pesquisa), o problema da ilusão das esferas separadas (que separa moral e política, público e privado, abstrato e concreto, universal e particular) e o problema do sistema de privilégios e dominação baseado no gênero (responsável pela organização de diferenças humanas de forma hierarquizada, possibilitando a distribuição desigual de poder entre os participantes de uma determinada sociedade, e que interage com uma série de marcadores sociais, como raça/etnia, classe, nível de escolaridade, idade, religião, orientação sexual, condição física e mental, etc.).

A postura investigativa da Filosofia Feminista tem produzido resultados tanto descritivos quanto prescritivos ao longo das últimas décadas, além de provocar a reinterpretação de textos e conceitos filosóficos tradicionais, valorizar temas pouco abordados ou ignorados pela Filosofia, elaborar conceitos e recuperar o trabalho de filósofas até então ignoradas ou apagadas do cânone oficial. Tem sido uma grande alegria perceber o interesse do grupo de estudantes que participa desse minicurso e a contribuição dele para a vida pessoal de cada um e cada uma, bem como para o aumento da pesquisa e da reflexão filosófica nas mais variadas áreas.



0 visualização

Quer divulgar uma notícia sobre mulheres e filosofia? Escreva para noticias.filosofas@gmail.com

Dúvidas? Escreva para filosofas.brasil@gmail.com

©2019 por Rede Brasileira de Mulheres Filósofas