Com início no próximo sábado, das 9:30 às 12:30, Minicurso Teorias do Cuidado.

Atualizado: Nov 10

Minicurso Teorias do Cuidado

Professoras: Daniela Rosendo e Ilze Zirbel

Ementa: O minicurso abordará, sob o enfoque da Filosofia Feminista, a temática do Cuidado aplicada a três campos distintos e interligados entre si: o da Ética, o da Política e o da Ecologia. Organizado em três aulas, a primeira tratará do surgimento da Ética do Cuidado na década de 1980, sua expansão em meio à Filosofia Feminista e as implicações críticas dela tecidas para repensar o campo da Filosofia Moral. Na segunda aula, a discussão focará no potencial teórico-político que a Ética do Cuidado adquiriu nos últimos anos, discutindo questões que interferem significativamente no núcleo do sistema de gênero (o espaço doméstico-familiar) e nas formas de organização e condução da sociedade. Por fim, será abordada a Ética Sensível ao Cuidado que, sob a perspectiva ecofeminista, busca a complementaridade entre parcialidade e imparcialidade na ética, seja para humanos ou outros que não humanos, associada a uma perspectiva de justiça plural.

Conteúdo programático 

-        O surgimento da Ética do Cuidado e suas discussões centrais (o antropocentrismo das teorias; a predominância da justiça em discussões morais; a problematização da dependência; práticas do cuidado etc.

-        A Ética do cuidado para repensar o campo da Filosofia Moral

-        A centralidade dos valores e atividades do cuidado para o estabelecimento, funcionamento e manutenção da vida e da sociedade

-        O Cuidado como um operador crítico às teorias políticas tradicionais

-        O efeito negativo e desigual sobre a liberdade, a igualdade e capacidade de autonomia e escolha das mulheres por conta da desigualdade de distribuição de responsabilidades e benefícios relativos ao cuidado no espaço familiar e no mundo do trabalho assalariado (e que tocam os temas da assimetria procriativa; da irresponsabilidade privilegiada; da violência, domínio e proteção tanto no plano das relações íntimas e familiares quanto no das práticas culturais e seus reflexos no sistema legal; etc.)

-        Estruturas conceituais opressoras (dualismos de valor hierárquico e lógica da dominação); Dicotomia justiça/cuidado, público/privado, político/íntimo etc.

-        O Cuidado para além das fronteiras da espécie: contribuições ecofeministas para a moralidade e a justiça.

Cronograma das aulas

14/11 9h30 às 12h30

21/11 9h30 às 12h30

Metodologia

As aulas serão realizadas online, pela plataforma Sympla Streaming. Na primeira parte da aula as professoras irão fazer a exposição do conteúdo e, ao final, serão respondidas as questões que deverão ser formuladas por escrito. Em cada aula, uma das professoras irá acompanhar o chat durante a parte expositiva para direcionar às questões e comentários.

Referências

ENGSTER, Daniel. The Heart of Justice. Care Ethics and Political Theory. Oxford University Press, 2007.

FRIEDMAN, Marilyn. Beyond Caring: The De-Moralization of Gender. In: MEYERS, Diana T. (Ed.). Feminist Social Thought: A Reader. New York: Routledge, 1997, p. 665-679.

GARRAU, Marie e LE GOFF, Alice (ed.). Politiser le care? Perspectives Sociologiques et Philosophiques, Paris: Le Bord de L'eau, 2012. (Coleção “Diagnostics”)

________, Marie. “Care (Éthiques et politiques du)”, In: V. BOURDEAU, V. e MERRIL, R (dir.), DicoPo, Dictionnaire de théorie politique, 2008. Disponível em: <http://www.dicopo. org/spip?article101>. Acesso: 23 de setembro de 2009.

GILLIGAN, Carol. Uma voz diferente. Psicologia da diferença entre homens e mulheres da infância à fase adulta. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos, 1982.

________, Carol. Joining the Resistance. Cambridge: Polity: 2011.

KUHNEN, Tânia A. O princípio universalizável do cuidado: superando limites de gênero na teoria moral. Floranópolis, 2015, 383 f. Tese (Doutorado em Filosofia), Programa de Pós-Graduação em Filosofia, Universidade Federal de Santa Catarina.

ROBINSON, Fiona. Globalizing Care: Ethics, Feminist Theory, and International Relations. Boulder/Colorado: West View Press, 1999.

NODDINGS, Nel. O cuidado: uma abordagem feminina à ética e à educação moral. Trad. Magda Lopes. São Leopoldo: Unisinos, 2003.

ROSENDO, Daniela. Sensível ao cuidado: Uma perspectiva ética ecofeminsta. Curitiba: Editora Prismas, 2015.

ROSENDO, Daniela. Quilt Ecofeminista Sensível ao Cuidado: uma concepção de justiça social, ambiental e interespécies. 2019. 237 f. Tese (Doutorado em Filosofia) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2019.

SEVENHUIJSEN, Selma. Citizenship and The Ethics of Care. Feminist Considerations on Justice, Morality and Politics, New York: Routledge, 1998.

TRONTO_____. Moral Boundaries. A Political Argument for an Ethic of Care, New York: Routledge, 1993.

TRONTO, Joan C. “Assistência democrática e democracias assistenciais”. Sociedade e Estado. Brasília, v. 22, n. 2, Agosto 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_ arttext&pid=S0102-69922007000200004&lng=en&nrm=iso. Accesso: 17 de maio de 2011.

WARREN, Karen. Ecofeminist Philosophy: a Western Perspective on What It Is and Why It Matters. Rowman & Littlefield Publischers, 2000.

ZIRBEL, Ilze. Uma teoria Político-Feminista do Cuidado. Florianópolis, 2015. Tese (Doutorado em Filosofia), Programa de Pós-Graduação em Filosofia, Universidade Federal de Santa Catarina.

Sobre as professoras

Daniela Rosendo é Doutora e Mestra em Filosofia (UFSC), e graduada em Direito (Univille). Com experiência no terceiro setor e na docência/coordenação no ensino superior, realiza atualmente um estágio pós-doutoral no Programa de Pós Graduação em Filosofia da Universidade Federal de Santa Catarina e dedica-se ao desenvolvimento de um projeto de educação ecofeminista. Pesquisadora do Núcleo de Ética Prática (NuEP) da UFSC, do Laboratório de Ética Ambiental e Animal (LEA) da UFF e do Marginais: Grupo Interdisciplinar de Pesquisa sobre Minorias e Exclusões, da Universidade Federal do Oeste da Bahia. 

Ilze Zirbel é Doutora em Filosofia (UFSC); Mestre em Sociologia Política (UFSC) e graduada em História (FURB) e Teologia (EST). Terminou recentemente um período de pesquisa pós-doutoral no Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade federal de Santa Catarina. Tem experiência na docência no ensino superior e Médio. Suas pesquisas, da graduação doutorado, deram-se no campo dos Estudos Feministas. Atualmente participa do projeto "Uma filósofa por mês", de recuperação e divulgação da obra de filósofas de variadas épocas e locais.





125 visualizações

Quer divulgar uma notícia sobre mulheres e filosofia? Escreva para noticias.filosofas@gmail.com

Dúvidas? Escreva para filosofas.brasil@gmail.com

©2019 por Rede Brasileira de Mulheres Filósofas