Novo verbete - Rosa Luxemburgo




O capitalismo é intrinsecamente produtor de desigualdade de classe, de raça, de gênero, é o que denuncia a primeira teórica marxista a analisá-lo como sistema global: Rosa Luxemburgo (1918-1919). Autora de clássicos sobre a economia e a filosofia política, ela foi crítica à crença marxista no progresso, argumentando por uma concepção indeterminada da história em que a criatividade das massas seria o motor para formas sociais mais igualitárias. Sabendo unir teoria e prática de modo singular, ela exercitou a forma de vida filosófica em fusão com a natureza orgânica que acreditava ser a base para uma real revolução.

Conheça mais sobre essa pensadora fascinante no verbete escrito por Isabel Loureiro para o Blog Mulheres na Filosofia clicando aqui.

Assista também aqui à entrevista feita com a autora do verbete no dia 20 de janeiro de 2021.

Isabel Loureiro é professora aposentada do Departamento de Filosofia da UNESP. Ela organizou e traduziu vários volumes da obra de Rosa Luxembrugo para o português, além de ter publicado extensamente sobre as suas ideias. É ex-presidente (2003-2011) e atual colaboradora da Fundação Rosa Luxemburgo.

49 visualizações